03 junho 2013

Entrevista com Lycia Barros




  Lycia Barros, autora de livros como A Bandeja, Entre a mente e o coração e Uma herança de amor, cedeu uma entrevista ao Reflexão Literária. Vamos ver?




   A conheci através do seu canal no Youtube, o Papo Literário, onde a autora posta dicas para novos escritores, o que me encantou. Suas dicas são ótimas e ela fala com uma simpatia incomparável. Infelizmente, ainda estou para ler A Bandeja. Mas como viram no último post, agora ele é um novo filho na minha estante. Então logo, logo, vou ler e fazer resenha e reflexão para vocês.









  Nascida em 8 de junho de 1976, Lycia Barros se afirma como uma das grandes apostas para a literatura nacional. Atualmente, a autora mora com o marido e os filhos em sua cidade natal, Rio de Janeiro. Lycia cursou Letras na UFRJ e levou o amor aos livros para sua profissão.Seu primeiro romance foi o livro “A Bandeja, qual pecado te seduz?”, lançado em outubro de 2010, e foi o primeiro romance gospel brasileiro. O livro rapidamente se consagrou e participou de importantes prêmios literários no país. Entre eles, foi finalista do prêmio Areté de literatura 2011, promovido pela Asec (Associação de Editores Cristãos) na categoria romance, quando concorreu diretamente com o consagrado autor Max Lucado.
   Mas Lycia não parou por aí. Em 2011, lançou mais dois livros: “Entre a mente e o coração” (segundo volume da coleção Despertares) e “Tortura cor-de-rosa”, que fala sobre o tema Bullying e já foi adotado em vários colégios como livro paradidático. Sua primeira tiragem esgotou em apenas um mês de lançamento. 
  Em 2012, a autora carioca, agora como contratada da editora Novo Século, e também pelo selo Ágape, lançou mais dois livros: o romance adolescente “A garota do outro lado da rua” e o romance para jovens adultos “Uma herança de amor”. Hoje, além de atuar como autora, Lycia Barros também dá palestras por todo Brasil e ministra cursos de escrita para novos autores.




  Entrevista:



1. De onde surgiu a ideia de fazer um canal no Youtube e dar dicas a novos escritores? 

Das minhas próprias dúvidas e dificuldades. Percebi que as informações para novos escritores estavam muito dispersas em livro e internet, então resolvi fazer vídeos com algumas dicas que me ajudaram muito.





2. Como adquiriu tantas técnicas maravilhosas? Em sua bibliografia vemos que se formou em letras, isso te ajudou em sua carreira? 

A faculdade, na verdade, pouco me ajudou no processo de escrita. Foi mais a prática mesmo e os livros de outros escritores que li, alguns eu cito em meus vídeos como referência.


3. Acha que se formar em produção editorial ajuda a quem quer ser escritor?

Não. Não existe faculdade para ser escritor, pois isso é uma arte. Dou aula de escrita para novos autores e tenho alunos que escrevem maravilhosamente bem sendo formados em Odontologia, direito, arquitetura etc. O fundamental é ler muito e, é claro, escrever com frequência.


4. De onde surgiu a ideia de escrever seu primeiro livro?

Do tédio. Estava cansada de ler livros e resolvi criar uma história para mim, do jeito que eu queria. Jamais imaginei que fosse publicá-la.


5. Há algum autor, em especial, que te inspire a escrever seus livros?

Francine Rivers. Nossas intenções com a literatura são exatamente as mesmas.


6. Se você pudesse ser um personagem, quem seria?

Papai Noel. Para poder presentear todas as crianças do mundo.


7. Você acompanhou o processo de criação das capas ?

Meu marido faz praticamente todas as minhas capas, é quase uma exigência minha, já que gosto de meter o bedelho em tudo e ele é um baita profissional.


8. Qual o melhor meio para um autor que está começando divulgar seu trabalho?

Blogs, Skoob e feiras literárias.



9. Como é a vida de escritora? Como é conciliar família e trabalho? Há muitas viagens? É difícil?

Um pouco. Meu tempo é muito escasso então viro meio malabarista tentando não deixar a peteca cair em casa. Mas graças a Deus, tenho uma família que me apoia 100%.


10. Qual livro e qual cena você achou mais emocionante escrever?

O final do livro A Bandeja, chorei bastante enquanto escrevia esse.


11. Há uma pergunta que eu sempre gosto de fazer aos autores: qual a sua percepção de mundo? 

Acho que, infelizmente, muita coisa está caminhando em direções erradas. Muitas vezes a liberdade de expressão tem sido usada como desculpa para atos de libertinagem e agressão ao pensamento do outro. Fora isso, a falta de limites e referências tem transformado jovens promissores em adultos psicologicamente infantilizados e despreparados para a vida real. A família é a base de tudo, portanto sou a favor do resgate de alguns valores. E a solução para isso está na bíblia, o livro que, embora antigo, ainda é o mais atual de todos os tempos.


12. Qual mensagem gostaria de deixar aos seus leitores? 

Selecionem o que vão ler. Nem tudo edifica, nem tudo traz boas reflexões e soma algo para sua vida e o seu intelecto. O seu tempo não voltará nunca mais, procure usá-lo com sabedoria.  


13. Seus livros têm trilha sonora? Quais músicas se encaixam melhor em cada um?

A Bandeja - Love is waiting - Broke Frasier
Entre a mente e o coração -Walk by faith - Jeremy Camp
A garota do outro lado da rua - Bubbly- Colbie Caillat
Tortura cor-de-rosa - Skyfall - Adele
Uma herança de amor (Quando o fim pode ser o começo)- Vem andar comigo - Jota Quest
Uma herança de amor (Armadilhas do destino)- Just the way you are - Bruno Mars
Uma herança de amor (O plano perfeito)- Because of you - Kelly Clarkson



14. Qual é a melhor coisa que escrever te proporciona?

Paz e fuga dos problemas. É como se eu entrasse em outro mundo onde sou livre para mudar aquela realidade conforme eu achar melhor, um controle que não temos sobre a vida.


15. E para escrever aquele vilão? Como foi? Quais as suas emoções em relação a ele?

Não tenho vilões. Acredito que nem todos são bons, e nem todos são maus. As pessoas fazem o que fazem por alguma razão. Às vezes, foram condicionadas para isso. Procuro entender o ser humano e explicá-lo através de meus personagens.


16. Gostaria também de perguntar uma coisa que me ajudaria muito. Como conseguir tempo para escrever? Nas minhas férias do ano passado, comecei a escrever meu livro e seus vídeos me incentivaram muito. É engraçado, pois em alguns momentos no meio da escrita, me sinto como uma leitora e me pego torcendo por eles. É apaixonante! Enfim, tenho que me concentrar no colégio, que gasta muito meu tempo, tenho aula até sábado! E lá é puxado, tem muitos trabalhos, testes... E além disso, tenho os blogs. Claro, também tenho que me relacionar com as pessoas, meu namorido, minha família e amigos. E devido a isso, quando o colégio puxa muito, eu acabo ficando sem escrever. Tem alguma dica para quem escreve organizar melhor o tempo e conseguir dar conta de tudo? 

Durma menos, não veja televisão e não entre na internet. Garanto que sobra tempo :-)




  Gente, pode dizer, a Lycia é muito diva, não é? Com essa entrevista estou adorando ainda mais ela! Viu, pessoal? Usem a leitura para edificar!! Reflitam!

  Se interessou pela Lycia e seus livros? 
  Conheça melhor o trabalho desta admirável escritora em seu site, clique aqui.

  Amei a entrevista, Lycia! Você é incrível! 
  Muito obrigada por tudo, e continue sendo sempre esta pessoa maravilhosa, que com o seu trabalho faz deste um mundo melhor. 

  Beijos açucarados.




5 comentários:

  1. Oi Vivian oi Lycia tudo bem?
    Nossa muito show,através de seu blog já conheci diversos autores que ainda não conhecia (=.
    A Lycia parece ser super legal e desejo sucessos a ela.
    Muito boa a entrevista,vou acompanhar a dica dela de ficar menos na net(a um tempo estava com uma super ideia de livro,mas não tenho tempo haha).
    bjus
    Tamires C.

    ResponderExcluir
  2. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom,
    li algumas coisas folhe-ei algumas postagens,
    gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha.
    Deixo-lhe a minha bênção.
    E que haja muita felicidade e saúde em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir
  3. Amo entrevistas!!!
    Agente consegue ficar mais pertinho do autor conhecendo ele melhor.
    Adorei a entrevista.
    Bjokass

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Só li A Bandeja dela, mas amei!!!!
    Quero ler todos!!!!
    Escrever superbem e é maravilhoso ler sobre Deus de uma forma tão real e edificante!!!
    Bjoooos

    http://anairados.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comentem à vontade, reflitam bastante, se divirtam e suspirem. Por favor, respeitem as seguintes regras:

-Os comentários devem se referir ao post em questão.

-Comentários que só contém divulgação de blogs estão proibidos. Se quiserem, comentem e deixem o link do blog no final. Sempre respeitando, o espaço alheio.

Muito obrigada e voltem sempre.

.
© Reflexão Literária - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Vivian Pitança.
Tecnologia do Blogger.