21 maio 2013

Decida-se!









  Por que você é tão confuso? Por que me magoa do nada, com coisas tão pequenas? Você vem reclamar comigo, me colocando a culpa por tudo, mas eu sei, a culpa não é só minha. E às vezes, sou completamente inocente. Uma hora eu provoquei o holocausto e você está furioso comigo por isso, e em outra, não foi nada.... Você só ficou daquele jeito porque.... sabe como é, estresse do trabalho, ou então você se enganou. Qual é o seu problema? De vez em quando me pergunto se você não é um psicopata que quer me ver sofrer, que vem com essas só para se divertir com as minhas dores. Se você não tem a natureza má e vingativa do "me chateou, vou descontar em alguém", e eu sou sempre o seu saco de pancadas. Sua natureza parece tão simples e complicada ao mesmo tempo...  Dizem que o amor é a união de duas pessoas que querem sempre ver a felicidade uma da outra. Engraçado, eu sei que amo você, mas às vezes você se torna meu maior inimigo, e eu me vejo sozinha em meio à selva. Em outros momentos, você me apoia e me faz a pessoa mais feliz do mundo. Dá para se decidir? Afinal, quem é você? Como pode se doar a mim, se não sabe nem quem você é? Como pode me amar, se não consegue nem amar de verdade a si mesmo?




 Eu sei que a gente tem defeitos, tá? Eu sei que não sou perfeita, mas tenho certeza de que luto a cada dia para ser melhor, por amor. Por amor a mim mesma, por amor à vida, por amor ao próximo. Você faz isso? De verdade? Eu sei que de vez em quando é difícil e temos recaídas, mas atenção! Cuidado com o exagero. Como alguém consegue ser tão controverso? Sinceramente, eu não sei. Só sei que parece que namoro várias pessoas: o você calmo e apaixonado, o você que me odeia, o você que enlouquece do nada, a criança em você e o você que fica carente sem motivo. Dá para se decidir logo? Quem é você? Estou há quase três anos tentando descobrir isso, mas você não tem me ajudado muito. Como é possível alguém se apaixonar por uma pessoa sem saber quem ela é, porque nem a própria pessoa sabe quem é? 

  E apesar de tudo isso, eu não gostaria de dizer que estou cansada. De forma alguma. Como diz Augusto Cury, "a vida é cíclica". Sei que para ficar com você, terei que ter a paciência que sempre tive. E sabe o que é pior? É que todos esses momentos de loucura, fazem tudo valer mais a pena. Cada sorriso seu, cada toque... Qual é o seu segredo? Já sei... Já sei quem você é! Você é humano. Só isso. Como todos, tem defeitos, fica com raiva, se emociona, apaixona e enlouquece. Em meio aos seus devaneios, só digo uma coisa: nunca desistirei de você. Nunca me cansarei de te amar. Sempre tentarei te compreender e salvar. Saiba que amo você por completo. Você pode me enlouquecer às vezes, e como Abby e Travis, podemos causar um Belo Desastre, mas isso é só o começo. Nosso amor cresce e amadurece mais a cada dia. 

 Uma simples observação, caso não tenha percebido: o verdadeiro amor é assim. Apesar dos nossos problemas e defeitos, nós nos amamos cada vez mais. Desistir é para os fracos, que não conseguem amar. Nós conseguimos, e compreendemos nossas limitações, conseguimos nos perdoar por não sermos perfeitos. Como eu poderia exigir de você a perfeição que não existe? Afinal, contos de fada não existem, mas se existissem, seriam assim, reais e cheios de conflitos.

8 comentários:

  1. Vivian, se esse texto é de sua autoria, parabéns. Está perfeito!O amor é assim, difícil mesmo! Cheio de conflitos e desencontros! Eu ainda não achei minha metade da laranja, mas vou conseguir um dia rs
    Beijos e gostei muito desse texto!
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu sim! xD hehe...Obrigada.
      Vai sim, tudo tem a sua hora certa.
      Beijos.

      Excluir
  2. Adorei o texto, me surpreendeu no final, achei ia terminar do jeito que começou, muito legal viu? Continue escrevendo! :)
    Já estou seguindo seu blog, se quiser retribuir, seria legal e ajudaria muito! Visita lá e se gostar, comenta também:
    http://sea-of-books.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi linda, passando para avisar que tem selinho para você lá no blog.
    Beijocas!

    http://conformealetra.blogspot.com.br/search?q=a+conquista+de+mais+um+selinho

    ResponderExcluir
  4. Ei Vivian tudo bem?
    Eu simplesmente amei...realmente pensei que iria terminar um caos ou sei lá né kkkk.
    Mas ficou ótimo e digo que é a mais pura e sincera verdade.Também tem aqueles momentos de que somos da mesma forma e as vezes até piores rsrsrsr,mas eles nos aguentam também.
    O problema do amor é saber quem ama realmente,esta é uma das grandes formas de testar...o problema também é que se um desiste machuca o outro.
    Tudo é super complicado na vida,mas é caindo e acontecendo e superando que se aprende certo?
    Gostei muito do post.
    bjus
    Tamires C.

    ResponderExcluir

Comentem à vontade, reflitam bastante, se divirtam e suspirem. Por favor, respeitem as seguintes regras:

-Os comentários devem se referir ao post em questão.

-Comentários que só contém divulgação de blogs estão proibidos. Se quiserem, comentem e deixem o link do blog no final. Sempre respeitando, o espaço alheio.

Muito obrigada e voltem sempre.

.
© Reflexão Literária - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Vivian Pitança.
Tecnologia do Blogger.